7 de janeiro de 2012

Urtiga

Vendo a imagem quase parece mentira que, primeiro, possa existir um lugar com campos tão verdes e, segundo, que as urtigas sejam úteis para algo. A verdade é que os nossos campos da Ilha Terceira estão nesta altura pintados com o mais belo verde que alguma vez vi, convidando ao silêncio, ao Inverno, ao frio, mesmo para quem não gosta desta estação, é quase impossível não se deixar maravilhar pelas cores que as nossas paisagens conseguem adquirir nesta época.

Urtiga de Sensit Infusia
Quanto à Urtiga, por estes dias, cresce em força por todos os campos. Os meus têm os seus limites ladeados por uma linha de Urtigas verdes e frescas. Confesso que nunca associei a Urtiga a mais do que uma planta irritante que nos deixa uma comichão chata sempre que lhe tocamos, mas a verdade é que estou surpreendida com as suas capacidades e começo a tornar-me fã da mesma.

A urtiga tem uma acção diurética no organismo, eliminando o sódio e ureia. Para além disso, e para as meninas, é indicada para quem tem unhas quebradiças, uma vez que é uma planta rica em ferro, vitaminas A, B1, B5, C e K, ácido fólico, cálcio, potássio, cobre, zinco e sílico. Para os senhores, está indicada no tratamento da hipertrofia benigna da próstata. Aliás, é a partir das urtigas que se fazem muitas daquelas cápsulas que as pessoas consomem com vitaminas...

Como se não fosse o suficiente, é um excelente tratamento para a fadiga intelectual e física, para a falta de apetite, reumatismo e artrite. No geral, actua no melhoramento do organismo, limpando-o e remineralizando-o. 

Podem ser usadas nas infusões as folhas e as raízes, sendo que estas últimas contém polissacarídeos e lecitina, elementos fundamentais no organismo humano, As infusões devem ser tomadas cerca de 3 vezes ao dia (a chávena).

Sem comentários:

Enviar um comentário